quinta-feira, 7 de abril de 2011

LIÇÃO 2 - A LUTA CONTRA A IMORALIDADE NA ÁREA DA SEXUALIDADE

Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Av. Brasil, 740 – Juiz de Fora - MG
Elaboração da Aula para os Professores da Escola Dominical
Revista: Os Desafios da Igreja
Profª. Dcª Linda Saraiva Arruda - Classe Bereanos

Texto Áureo: “Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra”  (1 Ts 4.4).

O apóstolo Paulo aqui exorta os irmãos a prosseguirem em santidade. Ainda que vivamos em uma sociedade onde o pecado sexual é comum e aceitável, nós devemos nos basear nos mandamentos do Senhor Jesus, na vontade de Deus para nossas vidas, que é a nossa santificação (ver 1 Ts 4.3). Que nos abstenhamos da prostituição. Possuir nossos corpos sob controle, dominá-lo contra o pecado mantendo-o continuamente santo e honrado, porquê? Porque ele é morada de Deus, e precisa continuar sendo.

Verdade Aplicada: O pecado da imoralidade afeta a família, sociedade e a comunhão com Deus.

O pecado seja ele qual for, é pecado, e afasta o homem de Deus.

Is 59.2: Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”.

Objetivos da Lição

Concernente ao 3º objetivo: Cabe ao cristão a responsabilidade de dominar o desejo de toda prática imoral, domínio é fruto do Espírito Santo.

Gl 5.22: Mas o fruto do Espírito é: Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”.

Gl 5.16: “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne”.

Ef 5.8: “Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz”.

Ef 5.15: “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios”.

Texto de Referência: 1 Co 6.13-19

O apóstolo advertindo contra o relaxamento moral demonstra as terríveis conseqüências para o crente, da imoralidade sexual. Quando o crente une-se fisicamente a uma mulher decaída, fica sendo um só com ela; fica sujeito ao seu domínio, profana aquilo que Cristo santificou, e separa-se do Reino de Deus. Na prática da imoralidade sexual a pessoa separa-se da união com Cristo e no caso de fazer do seu corpo um membro da outra pessoa, imoral e ímpia, torna-se abominável. Mais do que qualquer ato pecaminoso, a imoralidade na área da sexualidade profana o corpo, que é o templo do Espírito Santo. Por isso a admoestação de Paulo: “Fuji da prostituição”. O uso do tempo presente aqui indica que o cristão deve fugir repetidas vezes da imoralidade sexual. Outros vícios podem ser derrotados com luta, mas contra o que aqui somos advertidos, somente com fuga.
 
Introdução

O comentarista diz que a imoralidade é o fruto da degeneração humana pela prática da perversão sexual. Hoje sexo está sendo oferecido abertamente e sem nenhum pudor. Gênesis 6.1-12, nos mostra que foi assim nos dias de Noé. A terra estava corrompida. Toda carne havia se corrompido. Em Mt 24.37 Jesus, exortando sobre a vigilância por não sabermos o dia e hora da volta dEle, disse que como foi nos dias de Noé, assim também será a vinda do Filho do Homem. Vendo toda essa degradação moral, precisamos ter em mente que Jesus está as portas. Devemos estar preparados.

Ec 9.8: Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça”.

Mt 25.13: “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir”.

1 Co 15.52: “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”.

1. Deus abomina a imoralidade

Deus não nos criou imorais, mas cheios de boas qualidades: “E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom” (Gn 1.31). As ações abomináveis não devem fazer parte da vida do cristão. O cristão deve refletir Cristo em sua vida, portanto seu andar diário deve ser em boas obras.

Ef 2.10:Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas”.

Tt 2.12:Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente”.

1.1  Deus reprova a imoralidade

1 Ts 4.7: Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação”.

Toda prática sexual fora do casamento é imoral para o Senhor (ver Gn 2.24)

Pv 5.15-20: Bebe água da tua fonte, e das correntes do teu poço. Derramar-se-iam as tuas fontes por fora, e pelas ruas os ribeiros de águas? Sejam para ti só, e não para os estranhos contigo. Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente. E porque, filho meu, te deixarias atrair por outra mulher, e te abraçarias ao peito de uma estranha?”

Hb 13.4: Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará”.

Hb 10.26,27: “Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários”.

1.2  A imoralidade tira a comunhão com Deus

Imoralidade é pecado. Este não pode mais reinar em nossas vidas.

Rm 6.12-14: Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça”.

O Espírito Santo não habita em templo sujo. Precisamos ser santos em todo nosso viver. Por termos sido lavados, santificados, justificados, precisamos conservar-nos assim todos os dias.

1 Co 6.11: E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus”.

Hb 12.14: Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”.

1 Pe 1.15,16: Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo”.

Ef 1.4: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor”.

1 Ts 5.23: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Deus requer de nós aquilo que Ele pode nos conceder:

Lv 21.8: “Eu o Senhor que vos santifico sou Santo”.

Jo 17.17: “Santifica-os na verdade ...”

1 Jo 1.7b: “E o sangue de Jesus Cristo seu Filho nos purifica de todo pecado”.

1.3 A imoralidade apaga a imagem e a semelhança de Deus

O Senhor rejeita a imundícia. A promessa para quem não se contaminar com a imundícia é: Ter Deus como Pai e ser filhos e filhas dEle, portanto:

2 Co 7.1: “Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus”.

Para que a imagem de Deus seja vista em nós é preciso somente portar-se com dignidade, conforme o evangelho de Cristo. A verdadeira receita contra a imoralidade é:

·   Amar o Senhor teu Deus de todo coração, de toda a tua alma e de todo teu entendimento e ao próximo como a ti mesmo (ver Lc 10.27).
·   Temer ao Senhor: “... Teme ao Senhor e aparta-te do mal” (Pv 3.7); “Teme a Deus e guarda os seus mandamentos, porque este é o dever de todo homem” (Ec 12.13).

Precisamos ainda atentarmos para o fato de que a imoralidade muitas vezes não está apenas no que se vê, no que aparece. Não reside apenas no ato consumado em si, devemos ter o cuidado de não termos uma moralidade apenas aparente, uma conduta moral exterior. A imoralidade não pode residir em nosso interior, ainda que ela não seja exteriorizada, para Deus que esquadrinha os corações, sonda os rins, que tem os olhos como chama de fogo, precisamos ir além do exterior.
Examinemo-nos a nós mesmos todos os dias, para que estejamos limpos, santos, todo nosso coração ouvidos, pensamentos, lábios, pois conforme diz 1 Sm 16.7b: “O Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração”.

Pv 4.23: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”.

Fp 4.8: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.

Sl 94.11: “O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são vaidade”.

Jr 17.9,10: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações”.

Mt 6.22,23: “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas”.

Hb 4.13: “E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar”.

2. A imoralidade deforma o caráter cristão

Pv 14.12: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte”.

Pv 4.18: “Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”.

2.1 O cristão deve conservar-se puro

Mt 5.8: “Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus”.

Sl 24.3,4: “Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo? Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente”.

Tt 1.15: “Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados”.

Porque estamos caminhando para a cidade santa, precisamos estar puros, porque lá não entrará nada que a contamine.

Ap 21.27: “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro”.

2.2 O cristão deve condenar a imoralidade

O crente tem a função de atalaia. Avisar o perigo.

Ez 2.7: “Mas tu lhes dirás as minhas palavras, quer ouçam quer deixem de ouvir, pois são rebeldes”.

Ez 33.1-6: “E Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, fala aos filhos do teu povo, e dize-lhes: Quando eu fizer vir a espada sobre a terra, e o povo da terra tomar um homem dos seus termos, e o constituir por seu atalaia; e, vendo ele que a espada vem sobre a terra, tocar a trombeta e avisar o povo; se aquele que ouvir o som da trombeta, não se der por avisado, e vier a espada, e o alcançar, o seu sangue será sobre a sua cabeça. Ele ouviu o som da trombeta, e não se deu por avisado, o seu sangue será sobre ele; mas o que se dá por avisado salvará a sua vida. Mas, se quando o atalaia vir que vem a espada, e não tocar a trombeta, e não for avisado o povo, e a espada vier, e levar uma vida dentre eles, este tal foi levado na sua iniqüidade, porém o seu sangue requererei da mão do atalaia”.

Sobre a frase “uma andorinha não faz verão”, ainda assim preciso fazer a minha parte:

Ez 2.5: “E eles, quer ouçam quer deixem de ouvir (porque eles são casa rebelde), hão de saber, contudo, que esteve no meio deles um profeta”.

2 Co 5.10: “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal”.

2.3 O cristão deve dar exemplo de moralidade

Que exemplo: Seguir o exemplo de Cristo, não dando margem para os que de fora duvidem da igreja; lembremo-nos das palavras de Jesus em Lc 17.1: “... É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem!”

Ef 5.1-5: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave. Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos; nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm; mas antes, ações de graças. Porque bem sabeis isto: Que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus”.

Tt 2.7: “Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade”.

O crente deve ser sal e luz do mundo

Mt 5.13-16: “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus”.

2 Co 3.2: “Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens”.

Sobre a vigilância, oração, jejum e o estudo regular da palavra de Deus serem a base de sustentação para vencer a moralidade.

1 Co 10.12: “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia”.

Mt 26.41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca”.

1 Pe 5.8: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”.

Ef 5.18: “E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito”.

Veja o exemplo de Jesus ao ser tentado no deserto: Estava em jejum, vivia em oração, e usou a palavra para vencer toda oferta do diabo (ver Mt 4.1-11).

1 Ts 5.17: Orai sem cessar...
Hb 4.12: A palavra de Deus é viva e eficaz...
Sl 119.105: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra...
Sl 119.11: Escondí a tua palavra no meu coração...

3. A imoralidade ganhou proporção alarmante

O sensualismo é a porta de entrada para a imoralidade. Precisamos fugir da sensualidade. Foi assim que Balaão seduziu o povo de Israel quando não podia amaldiçoá-los, apelou para a sensualidade, levando-os a se prostituírem com as mulheres moabitas, afastando-os do Senhor Deus.

Nm 25.1: “E Israel deteve-se em Sitim e o povo começou a prostituir-se com as filhas dos moabitas”.

Nm 31.16: “Eis que estas foram as que, por conselho de Balaão, deram ocasião aos filhos de Israel de transgredir contra o Senhor no caso de Peor; por isso houve aquela praga entre a congregação do Senhor”.

3.1 Com a satisfação dos meios de comunicação
3.2 Com facilidade de acesso as informações
3.3 Com a degeneração e perversão humanas

A própria humanidade se degrada, pois tudo passou a ser normal.

1 Co 6.12: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma”.

Rm 12.1,2: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.

1 Jo 2.15: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”.

1 Jo 5.19: “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno”.
 
Todos esses meios de comunicação se bem usados são abençoados em nossas vidas. Precisamos saber usá-los. Pedir a Deus para tê-los em nosso lar, usando de maneira adequada. E por fim fazer como Davi.

Sl 101.2,3: “Portar-me-ei com inteligência no caminho reto... Andarei na minha casa com um coração sincero. Não porei coisa má diante dos meus olhos, aborreço as ações daqueles que se desviam nada se me pegará”.

Sl 101.6: “Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá”.

4. Vários tipos de imoralidade

4.1 Assédio, cobiça, sedução, perversão, promiscuidade

O comentarista deu uma boa explicação a respeito de cada item acima, deixo aqui alguns versículos acerca de alguns:

Cobiça e Inveja - É obra da carne, os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Rm 8.5,7,8: “Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus”.

Sedução e Engano - Sl 32.2: “Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano”.

Perversão e Depravação do corpo - 1 Co 3.16,17: “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo”.

4.2 Adultério, prostituição e fornicação

Ler Pv 5.1-23

Pv 6.29: “Assim ficará o que entrar à mulher do seu próximo; não será inocente todo aquele que a tocar”.

Pv 6.26-28: “Porque por causa duma prostituta se chega a pedir um bocado de pão; e a adúltera anda à caça da alma preciosa. Porventura tomará alguém fogo no seu seio, sem que suas vestes se queimem? Ou andará alguém sobre brasas, sem que se queimem os seus pés?”

Ec 7.26: “E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são redes e laços, e cujas mãos são ataduras; quem for bom diante de Deus escapará dela, mas o pecador virá a ser preso por ela”.

4.3 O Homosexualismo atenta contra a lei de Deus

É pecado, não é doença nem opção. É escravidão.

Jo 8.34: “Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado”.

1 Co 9.10: “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”.

Conclusão

Cabe ao Cristão preservar a moralidade, se eu defendo e preservo a moralidade, automaticamente esta será transmitida a minha família.

2 Tm 3.14: “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido”.

Ap 3.11: “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa”.

Preservar a moralidade requer vigilância quanto as doutrinas de Balaão e os ensinos de Jezabel (ver Ap 14 e 20).

Is 61.10: “Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegrará no meu Deus; porque me vestiu de roupas de salvação, cobriu-me com o manto de justiça, como um noivo se adorna com turbante sacerdotal, e como a noiva que se enfeita com as suas jóias”.

Fomos vestidos de vestes da salvação e cobertos com manto da justiça. Permaneçamos assim, porque nosso desejo agora, é sermos revestidos da nossa habitação que é o céu, se todavia, estando vestidos, não formos achados nus (2 Co 5.2,3).

6 comentários:

Mariçoca disse...

Olá, obrigada por reunir aqui tantas referências. Darei essa lição no domingo.

Paz do Senhor!

Márcia Barros

Magda disse...

Márcia Barros,

Agradecemos sua participação. Deus abençoe sua aula.

Anônimo disse...

gostaria que vc soubesse o quanto tem sido importante seus comentarios das liçoes da EBD. parabens.
Evangelista. Celson custodio( Ass. Deus de Goiania).

um sonhador, um milagre disse...

Olá, a paz para tds, eu dei esse estudo para classe dos jovens onde sou cordenador, foi uma benção, muito obrigado por essa lição, estou aguardando a próxima Deus abençoe,,,,,Odilon santana.

Amanda disse...

Olá! A paz do Senhor!
Parabéns pela lição.
Este estudo mexeu muito comigo e preciso muito conversar, desabafar o que tenho passado.
Por favor, irmã,não teria como eu entrar em contato com a senhora via email?
Não tenho amigos. Não tenho como ser aconselhada e estou desesperada e angustiada. Me ajude, em nome de Jesus.
Obrigada

Magda disse...

Prezada Amanda,

Poste aqui seu e-mail e assim entro em contato contigo. Não sei o que você tem passado, mas com certeza, o Senhor nosso Deus pode te ajudar. Paz seja contigo.
Magda